4 perguntas (e meia) pra responder antes de começar um negócio

06 de April | 2021

Seja por necessidade, seja porque é seu sonho começar um negócio, tem muita gente que encontra no empreendedorismo uma saída. Ainda mais agora, com a crise causada pela pandemia! Mas empreender não é tão fácil como você pode pensar a princípio, tripulação. Por isso, antes de mergulhar de cabeça no seu negócio próprio, eu PRECISO que você responda as quatro perguntas (e meia) deste post.

E por que eu preciso disso? Porque quero que você tenha sucesso, claro!

4 perguntas (e meia) pra responder antes de começar um negócio

#PRATODOSVEREM: Nath Arcuri fazendo um coração com a mão e dizendo “Obrigada”

E, se você emperrar em alguma delas ou descobrir que a resposta não é boa o bastante, já encontrou algo que precisa melhorar antes de começar um negócio.

“Capitã, isso é mágica????”

Não! É planejamento. E não dá pra botar seu barco no mar e desbravar o mundo sem isso, né?

Então, vamos direto pra primeira pergunta, porque ela é o primeiro passo pra quem quer empreender: 

1. Por que eu quero começar um negócio?

Se a resposta foi “porque quero enriquecer”, pode se preparar pra mudar de ideia.

Ou melhor, você pode querer enriquecer, claro! Mas, se esse é o ÚNICO motivo pelo qual você quer começar a empreender, é melhor pensar um pouco além. Afinal, eu já te contei o maior spoiler das empreendedoras e empreendedores: começar um negócio próprio não é NADA fácil.

Leia também: As 4 maiores mentiras sobre empreendedorismo

Por isso, se você tá de olho só no dinheiro que vai entrar, as chances de desistir no meio do caminho são grandes. Até porque tem muita empresa que demora um tempão pra começar a dar lucro

4 perguntas (e meia) pra responder antes de começar um negócio

#PRACEGOVER: Nathalia Arcuri dizendo “Paciência”

E qual a saída? Descobrir o seu porquê. Ou seja, qual o propósito da sua empresa, o motivo por trás de tudo que você oferece pros seus clientes!

Que tipo de problema você quer resolver com seu produto ou serviço? E de que forma seu produto ou serviço vai resolver? Sabendo essas coisas, você pode ir para a segunda pergunta.

2. Alguém já faz?

Antes de bater o martelo no que você vai oferecer, é MUITO importante analisar a concorrência. Afinal, isso faz parte do estudo que você deve fazer do mercado no qual tá entrando.

Ao ver quem serão seus concorrentes, você também pode descobrir desde o preço médio que seus potenciais clientes topam pagar até as melhores formas de entrega!

“Capitã, eu já pesquisei e descobri que NINGUÉM faz o que eu quero fazer!! Arrasei, né???”

OPA! Se só você teve essa ideia, sinal amarelo, marinheira e marinheiro! 

2.5. Se não: por quê?

Por um lado, isso pode significar que você realmente tem uma grande oportunidade em mãos! Você pode ter descoberto uma forma completamente nova de atender uma demanda que existe, mas que, até agora, ninguém soube lidar – ou, então, nem se interessou por isso.

Se esse for o caso, PARABÉNS, marinheira e marinheiro: você pode ter descoberto um verdadeiro tesouro!!!

Mas… Pode ser que outras marinheiras e marinheiros já tenham chegado nessa ilha deserta e descobriram que ela é deserta mesmo. Ou melhor: que não existe demanda pro seu produto ou serviço.

Nathalia Arcuri olhando alguma coisa, com a mão no queixo, e cara de preocupada

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri olhando alguma coisa, com a mão no queixo, e cara de preocupada

E, aí, é hora de recalcular a rota! Afinal, se não tem demanda, é impossível atendê-la. Mas, por outro lado, você pode estar diante de uma outra situação: não existe demanda pra esse produto ou serviço do jeito que ele é hoje!!

Se esse for o caso, é hora de reavaliar o formato, o preço, a entrega, o público-alvo… Tente pensar em TODOS os aspectos pra procurar onde que o negócio poderia não virar. E, claro, resolver esse problema!

3. Como posso me diferenciar ao começar um negócio?

Vamos recapitular:

Você já pensou no que quer fazer, no propósito do seu negócio.

Analisou a concorrência com uma lente de aumento pra entender TUDO do mercado.

Se não encontrou concorrentes, usou essa lente de aumento pra entender o motivo pelo qual não tem concorrência.

Agora, é hora de misturar tudo isso e sair com mais uma conclusão que vai ser essencial pra começar um negócio e vê-lo brilhar: o seu diferencial!

O diferencial nada mais é que o motivo pelo qual seus clientes vão comprar de você, e não de qualquer outra pessoa. E quem já é tripulante do SOS Me Poupe! há mais tempo já sabe que boa qualidade não é diferencial: é o mínimo!

Afinal, se você não vai oferecer o melhor produto ou o melhor serviço pros seus clientes, nem entre no jogo, porque você VAI perder.

4 perguntas (e meia) pra responder antes de começar um negócio

#PRATODOSVEREM: Nath Arcuri, sentada em um sofá com manta listrada branca e preta, no estúdio de gravação, com fundo com elementos adesivos brancos e pretos. Ela está vestida de camiseta preta e diz “cara de pau!”

Devia ter avisado que isso poderia doer! Mas agora já falei. Então, pense bem no que você oferece de diferente: é a experiência? A atenção nos detalhes? A conveniência? 

E, claro, também pense em como deixar claro pros seus clientes que diferencial é esse. Afinal, você pode fazer o melhor bolo de cenoura do mundo, com a receita que está na sua família há gerações e que só usa cenouras regadas com a água do degelo dos Alpes… Mas, se você não contar, ninguém vai saber. 

4. As pessoas precisam do que eu quero vender?

Por fim, não adianta ter o melhor produto e o melhor serviço se as pessoas não precisam do que você quer vender. Ou melhor: se elas não sabem que precisam.

Você já deve ter ouvido aquela frase que diz que “as pessoas não sabem o que querem até você dizer a elas”. Ela tem tudo a ver com vendas e com marketing! Afinal, essas coisas nada mais são do que formas de você mostrar pros seus potenciais clientes que você tem, sim, a solução pra algum problema deles. E, às vezes, é um problema que eles nem imaginam que pode ser solucionado.

Por isso, tão importante quanto ter o que vender é saber como vender. E, aqui no blog do SOS Me Poupe!, eu já te dei algumas dicas preciosas pra isso! Dá uma olhada nestes posts:

4 perguntas (e meia) pra responder antes de começar um negócio

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri orgulhosa batendo palmas

E então, você está satisfeita e satisfeito com as respostas dessas quatro perguntas e meia sobre sua ideia pra começar um negócio???

Aproveita e manda o link desse post pra sua amiga que tá começando a empreender agora, mas ainda tá meio na dúvida de que caminho seguir. Eu garanto: ela vai encontrar MUITAS respostas fazendo esse exercício que você acabou de fazer!

Até a próxima!

Comentários

Seja o primeiro a deixar seu comentário